Bichos como nós

O seu animal de estimação morreu? Este kit ajuda-o

Publicado em Noticias

 

Parece mórbido, mas é bastante útil. A empresa portuguesa Sigmapack, especializada em soluções eco-friendly desenvolveu o serviço PerPETuate.

 

Destinado a ajudar todos aqueles que perdem os seus animais de estimação e não sabem o que fazer a seguir, PerPETuate inclui a recolha e transporte do corpo do animal, a sua cremação, emissão dos documentos e certificados necessários e a entrega das cinzas na urna biodegradável Bios que estará pronta a utilizar.

 

De acordo com a Sigmapack, a Bios é especializada no desenvolvimento de urnas ecológicas biodegradáveis que se convertem numa árvore depois da Vida. 100% biodegradável, sem data de validade e compatível com qualquer semente, a Bios tem uma estrutura concebida onde a semente germina na cápsula superior, separada das cinzas.

 

Com a biodegradação, todo o conjunto se converte em parte do subsolo, como pode ver neste vídeo. “Escolher o último destino do seu fiel amigo é a oportunidade perfeita para lhe dedicar a merecida homenagem e o retorno à vida por meio da natureza”, diz a Sigmapack.

 

O serviço PerPETuate foi lançado no 1.º trimestre de 2015 e até ao momento já foram realizados cerca de 60 a 70. Com a criação das novas parcerias, ao longo do ano passado, junto de clínicas veterinárias, hospitais veterinários, Pet Shop´s e a possível inclusão, já no 1.º trimestre de 2016, na rede de seguros para os animais, “é expectável um valor substancialmente superior, de aproximadamente 400 a 450 serviços PerPETuate”, responde Nuno Gonçalves, co-fundador da Sigmapack. Sendo um serviço que inclui a recolha e respetivo transporte do animal de estimação em qualquer parte do país, a cremação individual, a emissão do certificado de cremação individual, a devolução das cinzas resultantes na Urna BIOS e entrega ou não personalizada, os preços oscilam entre 240€ e 360€ aproximadamente.

 

A Sigmapack foi criada foi Nuno Gonçalves, 43 anos, com mais de 20 anos de experiência no negócio da embalagem e o know-how de gestão e direção comercial. Desde cedo viu o grande potencial de negócio das urnas ecológicas, não só pelo seu conceito ecológico e biodegradável mas também pela vertente económica e social. Em 2014, após várias pesquisas, encontrou um fabricante que já trabalhava há cerca de 12 anos na criação e desenvolvimento do produto que veio culminar na marca Restbox, urnas ecológicas biodegradáveis.

 

Raquel Gonçalves, 34 anos, engenheira Agrónoma, mãe recente e responsável por uma empresa de serviços de saúde e bem-estar, apoiou desde logo o marido, ajudando-o na implementação do projeto.

 

Ao projeto juntou-se também Mário Marques, 41 anos, engenheiro civil e também ele uma pessoa interessada pelo meio ambiente e sócio da Quercus. A ideia é tornar este projeto uma referência no sector funerário em Portugal, na Europa e PALOP. Se tiver dúvidas relativamente ao serviço, a Sigmapack vai estar presente no Pet Festival, dedicado aos animais de estimação, entre 29 a 31 de janeiro na FIL. 

fonte: dinheirovivo.pt

Muita coragem e pensamento rápido fizeram toda a diferença para dois cães que estavam "presos" na correnteza de uma enchente no último sábado.

 

A organização de resgate Argentina FARA salvou os dois cães de uma enchente na província de Tucumán. O local sofre frequentemente com chuvas torrenciais e enchentes em diversos pontos. Nos últimos dias, houveram diversos evacuamentos, devido a subida do rios Chico e Medina.
Os cães, que aparentam ser de rua, acabaram sendo arrastados para correnteza da enchente, correndo grave risco de morte.
 
Por sorte, os agentes da FARA conseguiram posicionar uma escada em uma ribanceira, descendo até próximo da água para retirar os animais dali em segurança - o que não foi tarefa fácil devido a forte correnteza e o risco de desmoronamento.
O resgate comoveu diversas pessoas na internet que agradeceram os responsáveis pelo seu ato de bravura.
 
A FARA tem um grande histórico de resgate em situações de risco. Na semana passada, eles resgataram sete filhotes que estavam presos em um bueiro.
Tradutora/Intérprete:Taciana Rettore
Fonte: The Dodo

 

David Bowie o legado também nos animais

Publicado em Noticias

 

Ontem o mundo acordou para uma triste notícia: a morte de David Bowie. Ter um olho de cada, condição também conhecida como heterocromia, embora fosse uma característica inata de Bowie, acabou por ser uma imagem de marca.  


A sua influência que teve inclusivamente implicações na aceitação de animais com essa característica, que de outra forma teriam provavelmente acabado por serem rejeitados. Hoje celebramos o seu legado também no reino animal, com fotos de animais que herdaram de Bowie, não só a proteção conferida pela popularidade e desmistificação da heterocromia, mas também os seus nomes.

 

Esta é a Bowie, nome que veio por causa de David Bowie, revela a tutora de Bowie


Este é o Ziggy Stardust, a propósito da música de David Bowie, acrescenta outro dono:


E as imagens, e histórias multiplicam-se em centenas e talvez milhares:



fonte: guiadocao
 

A fotógrafa de animais Alex Cearns registrou uma série de cães em poses tão fofas que fica praticamente impossível olhar para elas sem dar um sorriso.

 

A série “Happy Pooch Face”, traz cães de diferentes raças, sempre de bem com a vida.  “Para mim, cães são amor e luz. Eles estão sempre alegres e nos dão tanto em troca”, disse a fotógrafa sobre o ensaio.

Veja algumas das fotos e apaixone-se:

happy_dog

happy_dog1

happy_dog2

happy_dog3

happy_dog4

happy_dog5

happy_dog6

happy_dog7

happy_dog8

happy_dog9

fonte: catracalivre.com.br 

Colômbia: Maltratar animais provocará prisão

Publicado em Noticias

Maltratar animais na Colômbia será punido com penas de até 3 anos de prisão e multas que poderão alcançar os 12.700 dólares, informou nesta sexta-feira a Presidência.

 

A nova lei, sancionada pelo presidente Juan Manuel Santos, reconhece os animais como "seres sencientes" em um país onde as touradas e as brigas de galos são legais e populares.

 

As multas previstas vão de 1.000 (930 €) a 10.000 dólares (9300 €) para aqueles que cometerem atos prejudiciais e de crueldade contra os animais", disse a Presidência da República em um comunicado.

 

"Para aqueles que causarem a morte ou lesionarem gravemente a saúde ou a integridade física dos animais", a pena implicará em uma condenação de entre 12 e 36 meses de prisão e uma multa de até 12.700 dólares (cerca de 11 800 euros).

 

A nova lei permite a polícia atuar de forma preventiva, sem ordem administrativa e judicial, diante de condutas que constituam maltratar animal.

 

Na Colômbia há cerca de 300 touradas ao ano, a maior parte em Medellín e Cali.

fonte: http://zh.clicrbs.com.br/

EUA: Mais de 30 mil vacas morrem em tempestade de neve

Publicado em Noticias

TEXAS E NOVO MÉXICO

Produtores de laticínios no oeste do Texas e no leste do Novo México (EUA) ainda estão avaliando quantas vacas morreram na tempestade de neve que assolou a região no fim de semana após o Natal. O número de animais vitimados provavelmente irá ultrapassar os 30.000. As informações são do Abqjournal.

 

Uma associação do Texas informou que cerca de 15 mil vacas adultas morreram na área central atingida pela tempestade –  do oeste de Lubbock a Muleshoe, e ao norte de Friona, onde se concentra a metade dos maiores exploradores de vacas para produção de leite do país.

Um agente da Universidade Estadual do Novo México afirmou que a área ao redor de Clovis perdeu aproximadamente 20.000 vacas.

Foto: Daily mail/APFoto: Daily Mail/AP

 

Ele disse ainda que o número de animais jovens mortos na tempestade em cada estado pode ser tão alto quanto o número de vacas maduras.

 

Segundo a reportagem, a neve foi responsável por apenas uma parte da tragédia. Fortes ventos empurraram os animais a cantos cercados, onde eles ficaram presos e morreram sufocados pelas montanhas de neve.

 

Os produtores estão trabalhando junto a autoridades para encontrar meios de dispor dos corpos dos animais. Alguns municípios estão permitindo que as carcaças sejam enviadas para aterros sanitários.

 

Essa não foi a primeira vez que ocorre um desastre do tipo nos Estados Unidos, com proporções assustadoras. Em Outubro de 2013, uma intempérie semelhante levou à morte mais de 100 mil bovinos em Dakota do Sul, conforme publicado pela ANDA.

fonte: Anda.jor.br

Siga-nos na Rede

 fb icon 325x325   Facebook           tweter   Twitter

Espaço Lusófono © 2013 . Todos os direitos reservados

Login ou Registe-se

LOGIN

Registe-se

User Registration