Bichos como nós

Zoológico no Chile mata um casal de leões após homem nu invadir jaula para suicidar-se

 

 

Dois leões do zoológico de Santiago, no Chile, foram mortos neste sábado (21) com objetivo de parar um ataque a um homem que invadiu a jaula dos animais para suicidar-se. O homem forçou sua entrada no recinto dos leões, tirou a roupa e começou a instigar os animais. Analgésicos não conseguiriam deter os leões. O homem foi levado para um hospital com ferimentos graves, correndo risco de morte.Os leões mortos eram um macho e uma fêmea de origem africana. Os animais nasceram no zoológico em que foram mortos e tinha cerca de 22 anos.

 

O suicida foi identificado como Franco Luis Ferrada e tinha 22 a 30 anos. De acordo com o relato dos visitantes que estavam no local, o homem entrou pela sua própria vontade na jaula, onde se despiu.
 
Primeiro ele instigou os leões e daí os leões começaram a atacá-lo. Os visitantes criticou a reação dos funcionários do zoológico, que qualificou como lenta, porque a princípio jogaram água nos leões. Além disso, os visitantes detalharam que o homem começou a gritar citações bíblicas e mencionava Jesus. 
 
 

 

Este incidente ocorreu no sábado (21), no horário de visitação, por isso, várias pessoas testemunharam o ocorrido. O diretor do zoológico em Santiago, Alejandra Montalva disse que o homem veio como um visitante pagou sua entrada. Em seguida, ele subiu em um lugar onde o público normalmente não entra, obrigou-se no telhado da jaula dos leões e pulou para dentro do recinto e tirou as roupas e começou a instigar os leões. Ativista dos direitos dos animais não acharam justo matar os leões já que o homem invadiu o recinto dos animais com a intenção de praticar o suicídio.

 

 

Por: Esther Carvalho

fonte: direito dos animais

Classifique este item
(0 votos)
Login para post comentários

Siga-nos na Rede

 fb icon 325x325   Facebook           tweter   Twitter

Espaço Lusófono © 2013 . Todos os direitos reservados

Login ou Registe-se

LOGIN

Registe-se

User Registration